quinta-feira, 17 de junho de 2010

Lembro-me de andar doidinho com isto! Até havia uns cromos em que saia uma "xicla" e uma personagem em plástico do DARTACÃO! Tinha quase todos e até de sobra e fazia grandes guerras!
Coisas da minha infância! :)

Vejam aqui um pequeno episódio!

video

terça-feira, 8 de junho de 2010

Julgo que haja coisas escusadas na vida... preferimos agarrar e a dar valor às coisas más que ela nos proporciona, do que abraçar os raros momentos de alegria e beleza... Acho que todos andamos muito enganados em relação à nossa existência...

eyes...

segunda-feira, 7 de junho de 2010


Amor de minhas entranhas, morte viva,
em vão espero tua palavra escrita
e penso, com a flor que se murcha,
que se vivo sem mim quero perder-te.
O ar é imortal. A pedra inerte
nem conhece a sombra nem a evita.
Coração interior não necessita
o mel gelado que a lua verte.

Porém eu te sofri. Rasguei-me as veias,
tigre e pomba, sobre tua cintura
em duelo de mordiscos e açucenas.
Enche, pois, de palavras minha loucura
ou deixa-me viver em minha serena
noite da alma para sempre escura.

(
Garcia Lorca )

terça-feira, 1 de junho de 2010

Por vezes sabe-me bem parar para olhar o horizonte e perpetuar o silêncio destas terras transmontanas que me viram crescer!

São momentos raros que me reconfortam a alma e me dão força para enfrentar a noite que se avizinha...